PT | EN

iA


Simplicidade à volta do zodíaco

by Luiza Azancot. Average Reading Time: about 3 minutes.

Há dias um amigo abordou o tema de “ser ou não simples”. Tema interessante e nada simples. Perguntei a várias pessoas o que significava “simples” para cada uma delas e obtive respostas muito diferentes.

Aqui estão algumas:

  • Contrário de complicado conceito que ninguém tem dificuldade em definir.
  • Oposto de atravancado, de carregado com excessivos adornos ou acessórios.
  • Sem sobressaltos e sem grandes ambições – “uma vida simples”.
  • A capacidade de apreciar coisas elementares como um copo água.
  • Equacionada com “pobres de espirito” do Sermão da Montanha.

Fiquei baralhada. Por isso virei-me para a astrologia cujo prisma me ajuda a compreender o mundo. E simplesmente falando, “simples” significa coisas diferentes para cada um dos signos do zodíaco. Recorri a citações para ilustrar essas diferenças:

Confúcio devia ter sido Carneiro que é um signo directo e decisivo porque disse “A vida é realmente simples, mas insistimos em complicá-la.”

Henry David Thoreau era Touro, signo sempre preocupado com os recursos, por isso aconselha “A nossa vida é desperdiçada por detalhes… simplifique, simplifique”.

O arquitecto Frank Lloyd Wright, como bom Gémeos, introduz na sua definição o processo mental “Pense simples… …o que significa reduzir o todo de suas partes em termos mais simples, voltando aos primeiros princípios”.

Casa concebida por F.L.Wright

Casa

O Caranguejo / Câncer relaciona-se com o mundo através das emoções e na sua melhor expressão, usando grande doçura. Benjamin Hoff, um autor americano, recomenda “Desfrute do simples, do natural e do básico. Junto com isso vem a capacidade de fazer as coisas de forma espontânea e vê-las funcionar”.

E.F. Shumacher, um influente economista britânico, era Leão, signo com tendências dramáticas e exageradas mas também criativas e expressivas, afirmou “Qualquer tonto inteligente consegue fazer coisas maiores, mais complexas e mais violentas. É preciso um toque de génio… e muita coragem para ir na direcção oposta.” E ele foi porque um dos seus livros chama-se “Small is Beautiful”.

Virgem, se bem que de aparência humilde e modesta, gosta de resolver problemas o que nos ajuda a compreender o pensamento de H.L. Menken, o sábio de Baltimore, “para cada problema há uma solução que é simples, limpa e … errada”. Se fosse certa não haveria nada para resolver  :-).

O compositor Frederic Chopin era Balança / Libra e definiu simplicidade em termos estéticos e artísticos que são áreas regidas pelo seu signo “A simplicidade é a realização final. Depois de se tocar uma grande quantidade de notas e mais notas, é a simplicidade que emerge como a recompensa suprema da arte.”

O Escorpião na expressão mais positiva está interessado em integridade no sentido do que não foi corrompido e é puro. A companhia canadiana “Pure + Simple” vende produtos de beleza biológicos www.pureandsimple.ca e os seus fundadores têm de certeza a energia deste signo.

Bruce Lee, Sagitário, ícone das artes marciais usa palavras fortes e deliberadas como ele para aconselhar simplicidade “Não é um aumento diário, mas uma diminuição diária. Rache, corte e deite fora o que não é essencial”.

Por outro lado Isaac Newton era Capricórnio, o signo da ordem, da estrutura, da perfeição e do sucesso. Foi um grande físico, matemático, astrónomo e alquimista, e por isso não devemos duvidar da sua afirmação “À Natureza agrada a simplicidade”.

O Aquário não é uma energia que se relacione bem com a simplicidade pois procura objectividade e novas perspectivas de forma intelectual afastada de ligações emocionais, muitas vezes de uma forma fria. “Estou a começar aprender que são as coisas simples, doces na vida que são finalmente as mais reais” são as palavras de uma aquariana, Laura Ingalls Wilder,  que foi ganhando novas perspectivas que a levaram a uma carreira de sucesso como escritora!

LittleHouse

Posses, sucesso material, publicidade, luxo… para mim têm sido sempre desprezíveis. Acredito que uma maneira simples e despretensiosa de viver é melhor para todos, melhor para o corpo e a mente. ” Estas são as palavras de Albert Einstein, Peixes, signo que deseja transcender o material e unir-se com a Deus, com a Natureza e neste caso com o Cosmo.

Conclusão: O que parece mais ou menos certo é que a simplicidade é um destino mas a jornada é complicada!

Caminho

 

 

 

2 comments on ‘Simplicidade à volta do zodíaco’

  1. Luiz Saraiva diz:

    O que é a simplicidade? Será do ponto de vista material? Um regresso aos tempos antigos em que o pão era o que houvesse na padaria, e o vinho o que houvesse na mercearia? Mas hoje em dia em qualquer supermercado a escolha faz hesitar até os mais resolutos.
    Ou será que a simplicidade é mais um conceito teórico e não material? Ter uma vida com poucas contrariedades e poder fazer o que queremos? Mas muitas vezes o que queremos não é simples, nem do ponto de vista material nem intelectual.
    Ou como em muitos aspectos da vida, cada um fará a sua escolha, beber sempre o mesmo vinho ou não ter que pensar em conceitos filosóficos complexos. Talvez a astrologia seja o que nos ajude a encontrar o que se adapta melhor ao nossa mapa.
    L. S.

Leave a Reply