PT | EN

iA


Os Globonautas

by Luiza Azancot. Average Reading Time: about 4 minutes.

O Sol entra em Sagitário daqui a dois dias. Ainda bem, porque as últimas semanas têm sido pesadas com muitos planetas em Escorpião, eclipses e quadraturas várias. Se Escorpião é crise, Sagitário é a luz ao fundo do túnel. Se Plutão (regente de Escorpião) é intensidade e obsessão, Júpiter (regente de Sagitário) é optimismo, é acreditar nas próprias possibilidades e por isso representa a capacidade de ir mais longe. Mais longe pode ser visitando países longínquos, ultrapassando barreiras de energia física e / ou avançar intelectualmente. No ano passado por esta altura escrevi sobre Dervla Murphy, sagitária fortíssima, cuja primeira grande aventura consistiu em ir sozinha de bicicleta da Irlanda à India e nos anos 60. Hoje presto homenagem a dois portugueses, Joana Oliveira e Nuno Pedrosa,

viajantes extraordinários que ao atravessarem múltiplas fronteiras desafiam os seus limites e satisfazem o seu desejo de liberdade e a sua curiosidade. Chamaram ao seu blog de viagem “Os globonautas”  porque de facto navegam pelo globo dispensando o barco em favor da bicicleta. Mas não são “ciclonómadas” (palavra roubada à Joana) tem um destino, um objectivo. Regressar a casa em Leiria partindo do ponto mais distante: a Nova Zelândia!

Joana Nuno

Com calor ou frio Nuno e a Joana pedalam (fotos retiradas do blog)

O Nuno, experiente em fazer “coisas doidas” (palavras da Joana),  já tinha ido em bicicleta do Alasca à Terra do Fogo, atravessando 20 países em 960 dias de viagem pedalando 42.024 km. Foi durante essa viagem (2006-2009) que começaram a pedalar juntos. Com curiosidade de astróloga contactei-os e, com a ajuda das suas mães, fiz os seus temas natais. Pertencem à geração de Neptuno (sonhos) em Sagitário (viagens). Mas o que distingue a Joana e o Nuno dos milhões nascidos entre 1970 e 1984 que também tem Neptuno em Sagitário? Um planeta torna-se mais forte quando está conjunto aos ângulos (Ascendente, Descendente, Meio do Céu e Fundo do Céu) e verdadeiramente pessoal quando conjunto aos dois primeiros. “Para nós o sonho é viajar, andarilhar o mundo para sentir na primeira pessoa o que ainda aqui existe de tão fantástico e único”. Joana tem Neptuno conjunto ao Ascendente e o do Nuno está conjunto ao Descendente. Ambos têm uma boa dose de energia Peixes (signo regido por Neptuno): Joana a Lua e Nuno o Sol. Os aspectos angulares entre Lua e Úrano significam necessidade de liberdade, de espaço quer emocional quer físico, incluindo desprender-se da família. Ambos têm este aspecto mas o Nuno tem uma quadratura em signos cardinais sentida de forma muito dinâmica que o levou aos 15 anos a fugir de casa com ideias de ir para a Madeira”. A Joana tem um trígono entre Lua e Úrano, aspecto mais harmonioso, não precisou de fugir, saiu naturalmente. Ambos têm quadraturas em signos cardinais entre Júpiter (regente de Sagitário) e Plutão (regente de Escorpião). Ambiciosos (no bom sentido) porque acreditam (Júpiter) no seu poder (Plutão), porque vão apaixonadamente (Plutão) mais longe (Júpiter).

Tem diferenças, claro! O Nuno com a Lua em Capricórnio dispositada por Saturno em Gémeos tem uma excelente capacidade pratica e logística e talvez por isso considera a Joana “uma cicloturista muito pouco convencional porque gosta de pedalar de saia…e a sua peça de equipamento indispensável? Uma botija de água quente.” Vejo aqui a ligação ao conforto do lar tão necessário a uma pessoa com o Sol em Caranguejo. A Joana com o Mercúrio (comunicação) em Leão (criatividade) relata no blog “Os globonautas” as aventuras do casal com humor, alegria e sensibilidade cultural e humana. Um verdadeiro prazer lê-la e ver fotos como esta que nos transporta a lugares onde a maior parte de nós nunca irá.

AcamparDescrevi as suas características comuns. E a astrologia do casal?

composite As características comuns aqui mencionadas ainda ficam mais fortes, mais completas e mais harmoniosas na carta combinada.

  • Assinalado a azul Neptuno está agora no Meio do Ceu (os seu sonhos de viagem são realidade, tem um lugar no mundo) sem perder nada de pessoal pois rege o Ascendente.
  • Júpiter e Plutão assinalados a castanho estão agora em conjunção. Um clássico de astrologia “The Astrologers Handbook“ de Frances Sakoian e Louis Acker descreve esta combinação como a capacidade de mover montanhas. A Joana e o Nuno movem montanhas metafóricas ao transformar os sonhos em realidade mas sobem-nas á custa dos seus músculos.
  • Assinalada a amarelo a Lua deste casal fica em Aquário signo regido por Úrano e na casa 11 naturalmente regida por Úrano. Além de lhes dar uma boa dose de altruismo, dá-lhes empatia pelos ideais e aspirações da humanidade (que eles estão a conhecer de perto). Também lhes permite fazer declarações como esta “Deixar que cada dia seja diferente e imprevisível, não por acaso, mas porque conscientemente querem expor-nos a essa imprevisibilidade, à surpresa que é a vida.” (Região de Leiria, 15 de Fevereiro de 2013)

Boa viagem Joana e o Nuno, no Turquemenistão, na Pérsia, na Europa, na Vida! 

No comments on ‘Os Globonautas’

Leave a Reply